(Fonte da imagem: Reprodução/The Sleuth Journal)

O anonimato na internet não é mais possível, e que ninguém mais se engane quanto a isso. Enquanto houver mecanismos e recursos legais para a espionagem na rede, podemos ter uma certeza: o governo americano e suas agências estarão fiscalizando e monitorando as atividades dentro do ambiente virtual.

Depois de um mês do alerta de invasão à rede Tor, o FBI acaba de admitir que estava por trás da ação, que utilizou uma brecha da versão atualizada do Firefox para ter acesso ao pacote de navegação do Tor.

A agência aplicou um script de localização através do Tor para detectar as atividades dos sites hospedados pela Freedom Hosting, suspeita de propagar pornografia infantil na internet.

Ironicamente, toda a ação dos federais estava dentro da lei. Apesar do objetivo nobre de capturar criminosos que praticavam uma atividade horrorosa como essa, é de se estranhar a falta de proteção dos dados trafegados na rede virtual.

Afinal, como ficam os vários inocentes que tiveram sua navegação no Tor prejudicada pela operação do FBI? E os nossos dados, estarão sempre tão facilmente vigiados também? Qual é a privacidade e a proteção à individualidade na web? Simplesmente inexistem?

Cupons de desconto TecMundo: