Crimes cibernéticos deram prejuízo de US$ 10 bilhões ao Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Crimes cibernéticos deram prejuízo de US$ 10 bilhões ao Brasil
Fonte: Kwek Webiz
Avatar do autor

A Norton, provedora global de soluções de segurança cibernética, acaba de divulgar os dados principais de seu relatório anual de ameaças virtuais. De acordo com a empresa, neste ano, houve um aumento de 10% no número de ataques digitais em comparação com 2015. Só no Brasil, ao menos 42,4 milhões de pessoas foram afetadas por crimes cibernéticos, sendo que o prejuízo total dessa prática para o país foi de US$ 10,3 bilhões.

Além disso, a pesquisa também conclui que o descuido do usuário com a própria segurança é cada vez maior, afetando diretamente nas infecções de aparelhos por meio de phishing, invasão de dispositivos de Internet das Coisas (IoT) e de redes WiFi. Prova disso é o fato de que 1 em cada 5 usuários de gadgets conectados de IoT não empregam nenhuma medida de proteção neles, embora saibam que os crackers estão mirando cada vez mais esses alvos.

“Nossas descobertas mostram que as pessoas estão cada vez mais conscientes da necessidade de proteger suas informações pessoais on-line, mas não estão motivadas a tomar precauções adequadas para ficarem seguras”, afirma Fran Rosch, vice-presidente executivo da Norton. “Enquanto os consumidores continuam complacentes, os hackers estão melhorando suas habilidades e adaptando seus golpes para aproveitar de cada brecha, tornando cada vez mais importante que os consumidores tomem medidas de proteção”.

Caso queira, clique aqui para conferir mais dados da pesquisa (em português).

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Crimes cibernéticos deram prejuízo de US$ 10 bilhões ao Brasil