Celulares ampliam a atividade cerebral

Pesquisadores do Institute on Drug Abuse in Bethesda, do estado norte-americano de Maryland, descobriram que o uso de aparelhos celulares amplia a atividade cerebral durante as ligações. Entretanto, ainda não se sabe se essas consequências são benéficas ou prejudiciais à saúde. 

Segundo o estudo liderado por Nora Volkow, foram feitos testes com 47 voluntários. Todos foram submetidos a uma tomografia computadorizada comparando a atividade cerebral em condições normais com períodos em que recebiam ligações via celular.

O estudo revelou que durante as ligações houve um aumento de até 7% da atividade cerebral na região próxima à antena do telefone. Embora o resultado seja revelador, Volkow destaca que ainda é cedo para afirmar se esse aumento de atividade faz bem ou mal para a saúde.

Cupons de desconto TecMundo: