Pessoas com tendência ao suicídio vão começar a receber notificações via Facebook. O serviço foi lançado nesta quinta-feira (26) nos EUA e é fruto de uma parceria entre a rede social e organizações especializadas em prestar auxílio a quem apresenta comportamento suicida, tais como Forefron, Now Matter Now, Save.org e National Suicide Prevention Lifeline.

Amigos que julgam as atualizações de contatos como sinal de suicídio em potencial podem enviar mensagens automáticas ao Facebook. Depois disso, a empresa de Mark Zuckerberg se encarrega de enviar notificações de alerta ao usuário, avisando-o de que um de seus amigos notou os indicadores de depressão. Quem for abordado pelo Facebook nesta situação é convidado a “conversar com alguém”; dicas de apoio podem ser também aviadas pelo site.

“Se alguém no Facebook ver uma ameaça direta de suicídio, pedimos que contatem imediatamente o serviço local de emergência”, recomenda Rob Boyle, diretor de produtos do site, e Nicole Saubi, especialista em operações de segurança da sociedade em rede. A medida substitui o processo anterior adotado pela rede social no trabalho de prevenção ao suicídio; antes, screenshots que comprovassem a tendência tinham de ser enviadas.

A ferramenta está sendo implementada sobre solo norte-americano neste momento. O objetivo é expandir o serviço para demais países dentro dos próximos meses. O botão para o informe do comportamento suspeito pode ser encontrado ao lado do perfil dos usuários sob o título de “Report Post”. “Oi, XXX. Um amigo acha que você pode estar passando por dificuldades e nos pediu para olhar suas postagens”, sugere o Facebook a quem é notificado.

Cupons de desconto TecMundo: