A poluição do ar já invadiu o interior das casas e está desenvolvendo cada vez mais as temíveis alergias. Para driblar esse mal, algumas pessoas recorrem a purificadores de ar. O problema é que a tecnologia não é 100% eficiente, além de estar longe de ser acessível.

Pensando nisso, uma empresa startup chamada Molekule anunciou o primeiro purificador de ar molecular. Utilizando uma nova tecnologia chamada Photo Electrochemical Oxidation (PECO), o pequeno aparelho em forma de cilindro emite raios UV-A com lâmpadas LED para simular a luz solar. Isso acaba criando uma reação química com a superfície do filtro que elimina bactérias, ácaros, mofo, vírus, entre outras coisas espalhadas pelo ar.

A tecnologia ainda é capaz de converter todos esses materiais prejudiciais em elementos inofensivos, como água, dióxido de carbono, nitrogênio, entre outros. O refil do filtro custa US$ 99 por ano (R$ 354), com entrega automática.

A empresa pretende realizar novos testes com a tecnologia antes de lançar o produto no ano que vem pelo valor de US$ 799 (cerca de R$ 2,8 mil na cotação atual). Contudo, se você já estiver convencido pelo vídeo e pelas informações iniciais, é possível realizar a pré-compra do purificador por US$ 499 (cerca de R$ 1.790 na cotação atual).

Cupons de desconto TecMundo: