Uma subsidiária da Samsung Electonics está fazendo um investimento e tanto no Vietnã, segundo o jornal Reuters: nada menos do que 3 bilhões de dólares devem ser gastos, ao longo dos próximos cinco anos, para aumentar a capacidade de produção dos módulos de tela da empresa ao mesmo tempo em que diminuem seus custos de fabricação.

E para que tamanhos recursos serão usados? Nada foi decidido sobre isso, por enquanto. Mas não seria surpresa descobrir que se trata, na verdade, da criação de tecnologias mais eficientes e baratas para as telas de seus smartphones top de linha – o que se encaixaria com perfeição nos planos já divulgados pela Samsung alguns meses atrás, depois de as telas do Galaxy S6 Edge se mostrarem um produto incrivelmente custoso de ser fabricado.

Vale notar que esse não é o primeiro investimento feito pela empresa em sua fábrica do Vietnã nos últimos tempos. No começo do ano, por exemplo, a Samsung Display já havia dedicado 1 bilhão de dólares em uma planta de montagem para um novo tipo de tela OLED, que começou a ser produzido no primeiro trimestre de 2015, na província de Bac Ninh.

Não limitada a isso, a empresa havia entrado com um pedido de aprovação para investir outros 3 bilhões em uma nova fábrica de smartphones no norte do país.

Agora, se você pensa que a ideia de diminuir os custos vem apenas para aumentar os lucros da Samsung, saiba que está bem enganado. De acordo com uma fonte interna da empresa, o objetivo da gigante sul-coreana é conseguir reduzir os preços de seus melhores smartphones, tornando-os mais competitivos no mercado de dispositivos móveis. Logo, torçamos que estes rumores sejam verdadeiros.

Cupons de desconto TecMundo: