Depois de um período de crise, o relatório de resultados financeiros da Samsung no segundo trimestre de 2015 indica que a empresa vem retomando seu crescimento em escala global, atingindo o equivalente a R$ 140,5 bilhões em rendimentos e quase R$ 20 bilhões em lucros operacionais. Além de mostrar números que confirmam as estimativas feitas pela própria companhia no começo de julho, o documento revela planos da coreana para o resto do ano.

O total de envios de smartphones da Samsung caiu no segundo trimestre devido ao desempenho ruim nas vendas de aparelhos nos segmentos intermediário e de entrada, mas a performance do Galaxy S6 e dos S6 Edge garantiu um ligeiro crescimento no negócio de dispositivos móveis da fabricante. Os lucros dos top de linha só não foram maiores por causa da dificuldade de empresa em acompanhar a alta demanda e dos gatos elevados com a publicidade dos dispositivos.

Considerando outras de suas divisões, a coreana atribuiu o crescimento de receita e lucros operacionais principalmente ao seu negócio de semicondutores, com destaque para os processadores voltados para dispositivos móveis e produtos de memória. A Samsung planeja aumentar ainda mais seus ganhos na segunda metade de 2015, o que deve ser facilitado pelas vendas de TVs na temporada de compras de fim de ano, entre outras coisas.

Segurando a onda

Além disso, a fabricante também prevê crescimento para seu negócio de fundição de 14 nanômetros, o que deve impulsionar ainda mais seus rendimentos. Por fim, a Samsung planeja manter o ritmo de vendas de seus smartphones de ponta e, para isso, afirma que vai ajustar os preços do Galaxy S6 e dos S6 Edge e lançar um “novo modelo com tela maior” – o que pode se tratar tanto de uma referência ao Galaxy Note 5 quanto de uma confirmação do S6 Edge Plus. 

Com a melhora na situação financeira da Samsung, quais devem ser os próximos passos da empresa? Compartilhe sua previsão no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: