Quando anunciou o Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge no início de março, a Samsung tinha certas expectativas — o primeiro modelo venderia bem, enquanto o segundo, por ser mais caro e fora do estilo convencional de eletrônicos, ficaria bem abaixo em quantidade comercializada.

Felizmente para a fabricante, ela errou. Segundo o site Yonhap, o Galaxy S6 Edge vendeu "muito mais do que o esperado" e a nova família de smartphones fez a Samsung atingir um patamar recorde de comercializações, ao menos nos últimos três dias e na Coreia do Sul.

Um executivo da fabricante teria avisado que a empresa "falhou em fazer uma previsão precisa da demanda necessária" e que, por conta disso, os estoques devem ser limitados até maio — tempo para que novos S6 Edge saiam das linhas de produção.

A Samsung não divulgou números exatos sobre a venda dos dois dispositivos, mas até filas foram registradas nas lojas da fabricante. Vale lembrar que o aparelho ainda não foi lançado em mercados que também podem alavancar os números, como é o caso do brasileiro.

Cupons de desconto TecMundo: