Se em 2014 as tecnologias vestíveis ganharam força considerável, 2015 promete ser o ano em que esses aparelhos vão realmente explodir no mercado – ao menos é o que afirma a Samsung. Em uma série de previsões de mercado, a empresa afirmou que a marca de um bom líder de negócios a partir do próximo ano vai ser a utilização desses dispositivos, para permitir a eles “ficar sempre ligados”.

O primeiro aparelho do gênero a ganhar mais espaço seriam os smartwatches (o que não é exatamente surpresa, considerando sua grande presença no mercado em comparação a outros vestíveis). E para isso a Samsung já estaria bem preparada, com nada menos do que cinco modelos de relógios inteligentes disponíveis.

De realidade virtual a casas automatizadas

Essa é apenas uma das cinco principais previsões feitas pela Samsung com relação ao mercado em 2015, vale notar. De acordo com o site The Verge, a empresa teria notado a tendência ao uso dos aparelhos vestíveis em suas pesquisas: a empresa teria notado, por exemplo, que 47% daqueles a usar esses dispositivos se sentiam mais inteligentes; 61% deles, por sua vez, se sentiriam mais informados e eficientes, enquanto 37% dizem que esses eletrônicos ajudaram em sua carreira profissional.

Confira todas as previsões feitas por ela logo abaixo:

  • 1- As tecnologias vestíveis vão criar uma nova era para as vestimentas dos líderes de negócios;
  • 2- Pessoas vão reestruturas suas vidas de trabalho em torno das horas pessoais;
  • 3- A tecnologia de realidade virtual e o uso inovador de telas vão levar a uma nova geração de lojas digitais, permitindo aos revendedores sobrepor limitações de espaço e alto aluguel;
  • 4- Sistemas de casas automatizadas vão deixar de ser algo para entusiastas, tornando-se algo chique graças a uma melhoria na interface com as pessoas;
  • 5- Todas as crianças nascidas nos próximos 12 meses vão aprender programação como uma matéria principal, junto de matemática e literatura.

Apesar de esse último item parecer um tanto forçado, não há como negar que as outras previsões não são exatamente impossíveis de se tornarem realidade. E novamente, é possível notar que a Samsung vem se preparando para isso há algum tempo – afinal, ela vem investindo consideravelmente em eletrodomésticos conectados para que possamos automatizar nossas casas, por exemplo.

Agora, será que tudo isso será suficiente para ajudar a Samsung a enfrentar as enormes quedas nos lucros que sofreu durante 2014? Deixe sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: