O vírus do Ebola voltou a assustar a humanidade e o continente mais afetado pela doença é a África — sendo que os três países mais afetados são Guiné, Libéria e Serra Leoa. E é para esses três países que a Samsung está enviando três mil smartphones equipados com recursos especialmente produzidos para situações de epidemia. Todos serão destinados a clínicas médicas credenciadas pela ONU.

Além dos aparelhos, todos os médicos e enfermeiros que tiverem acesso aos kits da Samsung terão também aplicativos produzidos pela própria Organização das Nações Unidos: o UN’s Smart Health Pro. Este sistema ajuda os profissionais da saúde a coletarem dados médicos sobre os pacientes e também a catalogarem tudo o que acontecer em cada um dos centros de recuperação presentes nos países já citados.

Vale dizer também que os smartphones da Samsung também permitirão que pacientes contaminados e em quarentena possam se comunicar com seus familiares, uma vez que o contato real fica totalmente proibido durante o período. A empresa coreana ainda afirmou que está lançando um serviço chamado Ebola SMS e também está financiando a compra de trajes de segurança para Gana.

Após o fim das contaminações, todos os aparelhos doados para o combate ao Ebola serão destruídos para evitar que o vírus volte a se proliferar. Todo o investimento da Samsung nesse caso ultrapassa a marca do US$ 1 milhão, mas ainda não se sabe exatamente quanto será gasto em todo o processo. 

Cupons de desconto TecMundo: