Linha de tablets Galaxy Tab e Note são os novos equipamentos oficiais da Rússia (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Se você suspeitasse que os EUA estivessem espionando seus dados sensíveis, a escolha mais lógica para dificultar a vida dos norte-americanos seria usar um iPad comum ou Galaxy Tab da Samsung com segurança personalizada? A Rússia não teve dúvidas nesse sentido e abandonou todos os iPads utilizados de forma oficial pelo seu governo preferindo os tablets da Samsung. A coreana criou um sistema de segurança personalizado para o governo russo, semelhante ao Knox, e deve ser a fornecedora oficial desse tipo de material para o país daqui para frente.

Oficialmente, a escolha do governo russo é justificada simplesmente pela segurança oferecida pelos produtos que a Samsung vai passar a fornecer. Ainda assim, o entendimento geral dessa troca de tablets passa pela espionagem generalizada que a NSA tem feito mundo afora e pela possível política de boicote a empresas norte-americanas na Rússia. Esse último quesito seria especialmente encorajado pelas últimas sanções dos EUA em relação ao país euroasiático por conta da crise Ucraniana.

De qualquer maneira, não há confirmação oficial quanto às duas hipóteses levantadas sobre a troca dos tablets. Mesmo assim, não podemos deixar de imaginar que pelo menos uma delas foi parte importante na escolha. Será que isso deveria ser feito por outros países que também foram alvo da espionagem norte-americana?

Cupons de desconto TecMundo: