Aparelhos que explodem já foram notícia diversas vezes aqui no Tecmundo. Já vimos um Galaxy S4 que queimou um apartamento inteiro na China, um iPhone 4S que entrou em combustão no bolso do dono e um Motorola Droid que estourou na orelha de um usuário – só para citar alguns exemplos.

O processo natural de uma empresa sobre o caso é investigar o problema para determinar que medidas deverão ser tomadas. Porém, a Samsung procurou um caminho meio controverso para resolver um problema de um S4 que entrou em combustão: se o cliente se calasse sobre o assunto, ele ganharia um aparelho novo.

Péssima ideia

O caso veio à tona através do Neowin, que publicou a história do usuário Ghostly Rich, cujo dispositivo pegou fogo recentemente enquanto ele estava ligado e sendo recarregado à noite. Ele acabou acordando com o cheiro do aparelho queimado e foi capaz de desligá-lo antes de um dano grave acontecer. O aparelho ficou totalmente inutilizado.

Com o objetivo de provar para a Samsung que o problema ocorreu dessa forma, ele postou um vídeo no YouTube sobre o acontecido (acima). A empresa chegou a ver o vídeo, mas, em vez de regular a situação através de uma investigação, preferiu enviar uma carta ao usuário afirmando que trocaria o Galaxy S4 (que ainda está na garantia) somente se ele retirasse o vídeo do site.

Para surpresa da Samsung, não foi o que aconteceu. Em vez de se calar, Ghostly Rich preferiu criar um novo vídeo (acima), em que lê a carta enviada pela empresa. A companhia obviamente agiu de maneira inesperada – e errada – e agora os Relações Públicas da empresa terão que resolver um problema que tomou proporções muito maiores. O vídeo já tem 400 mil visualizações.

Cupons de desconto TecMundo: