Em se tratando de marketing e publicidade, não é preciso fazer uma embasada pesquisa de mercado para constatar que a Samsung investe zilhões nisso para promover a marca, seja com smartphones, tablets, televisores ou o que for. Será que o retorno para todo esse investimento – que deve ultrapassar os US$ 14 bilhões neste ano – tem retorno? Sim, mas talvez não tanto quanto a empresa espera.

Lançamentos bombásticos – a exemplo da linha Galaxy ou de um supertelevisor – costumam vir acompanhados de campanhas de marketing virais, mas a pressão da Samsung não exatamente atingiu aquilo que a empresa tinha como objetivo. A companhia coreana, de acordo com as informações que o veículo Reuters obteve, estaria perdendo o foco do objetivo maior: o longo prazo.

E a solução, pasmem, é exatamente continuar com a pressão: gastar mais. Quem deu o palpite foi Moon Ji-hun, consultor da marca e do mercado. Segundo o analista, com o número de novos produtos introduzidos no último ano, uma jogada de marketing e publicidade ainda mais forte e coesa pode ser o único caminho para conquistar ainda mais consumidores.

O smartwatch Galaxy Gear, por exemplo, teve uma campanha de publicidade até mais pesada do que o marketing dos smartphones, mas vendeu abaixo do estipulado. Moon acredita que essa foi uma sacada proposital da Samsung, que saberia que o smartwatch não seria um sucesso mundial, mas vê esse marketing calculado como uma forma de estabelecer a marca como uma “força de inovação pensando no futuro”.

Cupons de desconto TecMundo: