Quando foi anunciado para o Galaxy S4, o processador Exynos 5 Octa gerou muita discussão: afinal, ele realmente põe para trabalhar todos os oito núcleos do chip ao mesmo tempo na execução de tarefas do aparelho?

Uma atualização da tecnologia ARM big.LITTLE programada para o final deste ano vai tirar essas dúvidas: o Heterogeneous Multi-Processing, que será uma implementação de software feita pela Samsung, fará com que todos os núcleos do Exynos 5 Octa trabalhem simultaneamente.

A garantia de melhor desempenho e economia de energia ocorre porque as tarefas são divididas. Os núcleos menores (Cortex A7) encarregam-se de tarefas menos exigentes, como aplicativos de menor prioridade ou que rodam em segundo plano. Já os quatro maiores (Cortex A15) cuidam de tudo aquilo que demanda maior processamento no aparelho.