Espera-se que 35 milhões de tablets serão vendidos em 2013. (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Os tablets de 10,1 polegadas da Samsung parecem não estar vendendo tanto quanto se esperava. Ao menos tem sido essa a sugestão feita pelas fontes sempre misteriosas dos domínios online do Digitimes. De acordo com o site, que supostamente reproduz informações passadas por fabricantes de eletrônicos de Taiwan, as ordens de produção de determinados componentes aos portáteis de 10,1” sofreram uma queda – o que indica, aparentemente, que os gadgets recentes de 7 e de 9,7 polegadas têm estado entre as primeiras opções dos consumidores.

Conforme também sugerido pelo Digitimes, a Samsung vendeu cerca de 17 milhões de tablets durante a primeira metade deste ano; cerca de 70% desses mobiles foram negociados sob a popular dimensão de 7 polegadas. Recentemente, pelo menos no mercado norte-americano, os dispositivos Galaxy Tab 10.1, Galaxy Tab 2 e Galaxy Tab 3 sofreram cortes consideráveis em seus preços.

Mesmo configurando-se como um bom concorrente quando comparado, por exemplo, ao robusto iPad 4, os tablets de 10,1 polegadas terão de emplacar resultados avassaladores até o final deste ano – uma vez que a meta da Samsung é comercializar ao menos 35 milhões desses tipos de mobiles antes mesmo do início de 2014.Dimensões de 10,1" têm realmente agradado aos consumidores? (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

E como a empresa sul-coreana tem, por assim dizer, segurado as pontas? Atualmente, os mercados de TVs e de smartphones contam com a Samsung como principal expoente. Notebooks são eletrônicos de bastante sucesso da companhia – que até o final de 2013 deve chegar à marca de 180 milhões de unidades vendidas.

Cupons de desconto TecMundo: