(Fonte da imagem: Reprodução/iPhone Mods)

Depois de ver uma de suas fabricantes parceiras ser acusada de exploração de trabalho infantil em agosto, a Samsung resolveu fazer uma auditoria completa em suas fábricas e nas unidades das empresas fornecedoras. O resultado é que ela não encontrou evidências que comprovem o crime.

Porém, a gigante sul-coreana descobriu outros problemas para se preocupar. As más condições de trabalho eram comuns, por exemplo, em boa parte dos 105 fornecedores inspecionados que produzem componentes exclusivamente para os produtos da Samsung.

Outros problemas encontrados foram: horas extras acima do limite permitido pelas regulamentações locais, sistema de multas para atrasos ou ausências dos funcionários, além de gestores das empresas retendo cópias dos contratos de trabalho.

Melhores condições

Como era de se esperar, a empresa prometeu tentar corrigir estes problemas, acabando com as multas e as discriminações, bem como aumentando a qualidade de vida e as normas de segurança. As fábricas também serão orientadas a oferecer treinamento para gestores sobre o assédio sexual e abuso físico e verbal. 

Cupons de desconto TecMundo: