Um relatório feito pela organização China Labor Watch aponta que algumas fábricas da Samsung estão submetendo os seus funcionários a condições precárias de trabalho. A investigação durou quatro meses e os resultados encontrados foram insatisfatórios em pelo menos seis das fábricas da empresa sul-coreana.

De acordo com os dados levantados, os funcionários são obrigados a trabalhar em pé por até 12 horas, estando sujeitos a discriminações de acordo com a idade, o gênero e a aparência pessoal. Além disso, em pelo menos três fábricas a organização encontrou mão de obra infantil.

No começo da semana, uma auditoria da própria Samsung revelou que a presença de trabalhadores infantis na HEG Electronics em Huizhou, na China, era infundada. Entretanto, ao The Wall Street Journal, a Samsung admitiu que existem alguns problemas nas condições de trabalhos dos seus colaboradores e que deve promover melhorias em breve.

Fonte: China Labor Watch (PDF) e The Wall Street Journal

Cupons de desconto TecMundo: