A Samsung não está para brincadeira no mundo dos processadores mobile, tanto é que a companhia prepara investimentos volumosos para expandir a sua capacidade de produção em larga escala. A bola da vez é a fábrica da empresa localizada na cidade de Austin, nos Estados Unidos, que vai receber investimentos de US$ 1 bilhão.

De acordo com as informações publicadas pelo Korean Herald, a fabricante sul-coreana se movimenta para ser cada vez mais uma alternativa à Qualcomm neste âmbito. Ainda parceiras, as duas companhias estão com a relação estremecida e podem se afastar definitivamente quando a empresa canadense lançar o sucessor do Snapdragon 835.

Samsung quer fabricar processadores de 4 nm até 2020

Ainda segundo a publicação, o investimento pesado vai permitir que a Samsung continue com os planos de chegar em 2020 fabricando processadores de 4 nanômetros. Além disso, o aporte bilionário também garante uma boa posição para a empresa no âmbito da Internet das Coisas, panorama no qual a demanda por microchips avançados se torna ainda maior.

Tanto cuidado por parte da sul-coreana faz a empresa prever uma quarta revolução industrial. “Os últimos anúncios de produção em massa do processador Exynos e memórias V-NAND 64-layer são partes de um movimento da Samsung rumo à próxima revolução industrial, considerando o crescimento do consumo massivo de dados”, informa um representante da empresa.

Cupons de desconto TecMundo: