De acordo com a Reuters e com o Seoul Economic Daily, a Samsung Electronics poderia ser dividida em duas empresas em breve. Isso seria fruto de uma reorganização do negócio sugerida pelo fundo de investimentos Elliott Management. Nesse cenário, a empresa geraria duas novas: uma companhia proprietária e outra operacional.

Sugeriu que a Samsung pague US$ 26 bilhões em dividendos 

A ideia é fazer com que as ações dos investidores se tornem mais valiosas, deixar o negócio de smartphones mais independente e oferecer mais potencial de investimento. Com isso, a empresa teria maior capacidade de lutar contra a concorrência chinesa no segmento e se manter na liderança de venda de aparelhos globalmente.

Fora essa divisão, o fundo ainda sugeriu que a Samsung pague US$ 26 bilhões em dividendos (tipo uma participação dos investidores nos lucros) e mantenha um fluxo de caixa livre 75% para os investidores. Outra sugestão seria a empresa começar a incluir alguns diretores independentes, e não apenas os escolhidos pela família Lee, que fundou e vem comandando a Samsung desde sempre.

Vai acontecer mesmo?

Apesar de essa reorganização parecer muito revolucionária para a empresa, a mesa diretora deve se reunir em breve para avaliar a sugestão do fundo. Contudo, é improvável que eles aceitem ou implementem tudo isso. Mas, caso a sugestão seja seguida à risca, quem tem ações da Samsung poderia se tornar milionário (ou ainda mais rico) do dia para noite.

Entretanto, essa informação da reunião foi obtida pelo Seoul Economic Daily de fontes anônimas. Nem a família Lee nem a Samsung confirmaram oficialmente essa a informação. Nenhuma das partes também comentou sobre o assunto com a imprensa.

Cupons de desconto TecMundo: