Quando lemos as palavras "Samsung" e "Recall", logo parece que estamos relembrando dos fatos que envolviam os Galaxy Note 7, não é mesmo? Pois desta vez a história é bem diferente.

Como já mostramos no final de setembro, várias máquinas de lavar roupas da Samsung estavam passando por problemas — sendo que explosões internas eram os problemas mais comun, vistos em vários equipamentos. Vale dizer que todas são com tampa superior, nenhum modelo de tampa frontal apresentou problemas.

Quando surgiram as primeiras denúncias, a Samsung disse: "Em raros casos, unidades afetadas podem mostrar vibrações anormais que trazem risco de danos pessoais ou às propriedades quando a máquina está lavando roupas de cama, roupas pesadas ou resistentes à água. É importante notar que a Samsung completou centenas de milhões de lavagens sem incidentes desde 2011.".

Porém, depois de pedidos da Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos Estados Unidos (CSPC, na sigla em inglês), a Samsung anunciou que vai fazer um recall com 34 modelos produzidos entre março de 2011 e outubro de 2016.

De acordo com a própria empresa, esta ação está sendo tomada porque os equipamentos podem perder equilíbrio, ter vibrações excessivas e até mesmo separação entre tambor de lavagem e carcaça.

Com 34 modelos envolvidos, até 2,8 milhões de consumidores podem participar do programa de recall

Segundo o Engadget, o CSPC informa que já foram relatadas 733 ocorrências referentes a algum dos problemas mencionados anteriormente. Com todos os modelos envolvidos no processo, cerca de 2,8 milhões de máquinas podem passar por recall — isso se todos os consumidores optarem por solicitar os reparos, é claro.

Este recall é exclusivo dos Estados Unidos e os consumidores podem conferir mais detalhes por aqui.

Cupons de desconto TecMundo: