Bem recebido em um primeiro momento, o Galaxy Note 7 hoje pode ser considerado como a principal “pedra no sapato” da Samsung. Após diversos relatos de explosões e uma tentativa falha de recall, o dispositivo foi totalmente retirado das lojas e teve sua produção encerrada, resultando em prejuízos bilionários.

Durante um evento promovido recentemente pela companhia, o CEO Kwon Oh-hyun reconheceu a gravidade da situação e afirma que ela surge como uma “oportunidade de refletir”. Segundo ele, a companhia tem o histórico de conseguir superar diversos obstáculos e crises, saindo mais forte ao final do processo.

Vamos usar essa crise como uma chance de fazer outros saltos

“Temos um longo histórico de superar crises, [...] Vamos usar essa crise como uma chance de fazer outros saltos ao reexaminar e aprimorar a maneira como trabalhamos, como pensamos sobre inovações e nossas perspectivas de nossos consumidores”, afirmou o executivo em uma declaração divulgada pela Reuters.

Vale notar que o CEO nunca chegou a falar exatamente o nome do Galaxy Note 7 durante seus pronunciamentos, mas é difícil imaginar que ele estava falando sobre outra situação. E você, pretende investir em algum produto da companhia no futuro ou essa situação mudou suas preferências? Fale sobre o assunto em nossa seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: