O Note 7 foi um fracasso doloroso para a Samsung. A empresa falhou na tarefa de tentar manter o dispositivo vivo através de um recall, e o desfecho do smartphone de alto desempenho manchou umas das marcas mais fortes da companhia, além de ter abalado a reputação da Sammy como um todo e ter causado milhões de dólares em prejuízos.

Pois bem, dezembro está chegando, época em que a Samsung realiza sua avaliação anual e rearranjo de seus executivos. Como é de se esperar, há muitos funcionários – especialmente aqueles que têm alguma relação com o Note 7 – que certamente não estão nem um pouco confortáveis.

Segundo o site The Korea Herald, aproximadamente 200 executivos e assessores de alto escalão podem ser demitidos em dezembro, o que representa aproximadamente 20% da força executiva da firma. Koh Dong-jin chefe do departamento mobile, está no cargo há apenas um ano, e ainda se especula se ele será ou não substituído. Segundo uma fonte anônima interna, a Samsung teme que a demissão abruta de Koh possa abalar a moral dos demais executivos e colocar muita pressão em um possível sucessor.

Cupons de desconto TecMundo: