Faz tempo que a Samsung busca deixar de lado as GPUs Mali da ARM e produzir os seus próprios chips gráficos para os seus smartphones top de linha, mas a fabricante tem abandonado alguns de seus planos mais recentes nesse segmento. Agora, segundo o SamMobile, a empresa coreana estaria em busca de uma parceria com a NVIDIA ou com a AMD para produzir suas próprias GPUs.

Esses chips gráficos acompanhariam os processadores Exynos que a empresa tem fabricado e embarcado em seus principais tops de linha, como os aparelhos da linha Galaxy S e Galaxy Note. Atualmente, esses aparelhos chegam ao consumidor com GPUs Mali sem personalização, desenvolvidas pela ARM.

Ao que parece, a NVIDIA poderia ser a primeira opção da Samsung por conta da sua arquitetura Pascal e por seu recente foco em jogos mobile, evidenciado por aparelhos como os NVIDIA Shield e outros. Ainda assim, o fato de a Sonyter adotado recentemente a arquitetura Polaris da AMD no PS4 Pro pode ser um diferencial também.

A NVIDIA poderia ser a primeira opção da Samsung por conta da sua arquitetura Pascal e por seu recente foco em jogos mobile

Por enquanto, não há informações muito precisas sobre essa possibilidade, mas existem rumores de que a Samsung estaria preparando uma grande remodelação de seus chips Exynos para o lançamento do "Galaxy S9", em 2018.

Esse processador contaria então com suporte a redes CDMA e, quem sabe, com GPUs de fabricação própria, feitas em parceria com NVIDIA ou AMD. Esse suporte a CDMA, especificamente, seria a deixa para a coreana deixar de usar os processadores Snapdragon da Qualcomm nos EUA, onde essa tecnologia ainda é necessária.