Mesmo que o sistema seja bastante visado por invasores mal-intencionados – ou pesquisadores buscando encontrar brechas pelo bem de todos –, fica difícil não aplaudir os esforços da Samsung com sua plataforma de pagamentos digitais. Além de já ter uma abrangência e compatibilidade consideravelmente maior que a oferecida por seus concorrentes diretos – graças ao uso combinado das tecnologias NFC e MST –, o Samsung Pay pode receber a partir de agora novos recursos que ampliam ainda mais sua utilidade.

A primeira novidade foi compartilhada pela empresa na última terça-feira (25), em um evento em Las Vegas: o suporte ao serviço online Masterpass, da Mastercard. Apenas um dia depois de a Google anunciar que o seu Android Pay iria trabalhar junto da operadora de cartões para viabilizar as compras de seus usuários na internet, a Samsung também revelou que passa a oferecer esse tipo de agradinho aos adeptos da marca. Basta que o comércio eletrônico funcione com o Masterpass para que o processo seja automatizado pelo Samsung Pay.

Os pagamentos online devem ficar ainda mais fáceis

O recurso já estava sendo testado na Coreia do Sul, de forma restrita, há algum tempo, e agora começa a se expandir pelo mundo. Por hora, não há notícias da chegada da funcionalidade ao Brasil, o que pode ser um banho de água fria para quem esperava cortar pelo menos parte da burocracia na hora de abrir a carteira e deixar as economias em comprinhas online na Black Friday nacional. No entanto, como o serviço já foi lançado oficialmente por aqui, é de se esperar que, eventualmente, tenhamos acesso a essa ferramenta.

Investindo no próprio ambiente mobile

A outra surpresa trazida pela Samsung é esperada para novembro, nos EUA, e deve cair como uma luva para o público que não dispensa a oportunidade de aumentar seu acervo de soluções mobile: a adição de pagamento in-app à plataforma. Com isso, a ideia é que o usuário possa realizar compras dentro de aplicativos através do próprio Samsung Pay – deixando a operação, que já é rápida, ainda mais fluida.

E aí, vai umas geminhas?

De início, apenas alguns apps terão esse tipo de suporte, a maioria de empresas e serviços exclusivos dos norte-americanos. A perspectiva, no entanto, é que esse acervo de parceiros cresça exponencialmente com o tempo e permita, por exemplo, que você possa comprar pacotes de gemas em Clash of Clans, libere todo o conteúdo das expansões de Hearthstone ou habilite a versão premium de um programa usando o sistema de pagamentos da sul-coreana. E aí, o quão perigoso é uma novidade dessas para as suas economias, hein?

Cupons de desconto TecMundo: