O Mobile World Congress (MWC) costuma ser palco de alguns dos anúncios de smartphones top de linha mais aguardados do ano, mas parece que a edição de 2017 do evento vai ficar sem uma de suas estrelas principais. Falando com a Reuters, o chefe de dispositivos móveis da Samsung, Koh Dong-jin, afirmou que o Galaxy S8 não deve ser revelado em Barcelona.

O adiamento do anúncio do celular quebra uma tradição de 3 anos, mas é algo compreensível se considerarmos que a companhia coreana depende muito do sucesso de seu próximo dispositivo da linha Galaxy S para se recompor após o fracasso com as explosões do Note 7. É possível que a Samsung tenha adiado o lançamento de seu próximo top de linha após a descoberta dos motivos da falha do phablet, o que levou à implementação de novos testes das baterias dos aparelhos da marca.

As lições desse incidente estão profundamente refletidas em nossa cultura e processos

“As lições desse incidente estão profundamente refletidas em nossa cultura e processos. A Samsung Electronics vai trabalhar duro para reconquistar a confiança dos consumidores”, falou o executivo. Koh Dong-jin não deu detalhes a respeito de quando o Galaxy 8 será lançado, mas analistas preveem o início das vendas da novidade já em abril.

Falando sobre o S8

Por enquanto, inúmeros detalhes a respeito do Galaxy S8 vêm circulando na forma de rumores, mas a Samsung ainda não confirmou nada. Sobre o tamanho da tela, há tanto boatos que indicam que o celular terá versões de 5,7 e de 6,2 polegadas quanto outros que apontam para apenas um de 6 polegadas. Também se fala que o dispositivo terá uma versão com a tela reta e outra, mais cara, com as curvas típicas dos modelos Edge.

A Samsung depende bastante do sucesso do Galaxy S8

Ainda sobre o display, um dos boatos é que o novo top de linha da empresa viria com um design “tela cheia”, o que significa que praticamente toda a área de vidro da frente serviria para mostrar imagens. Normalmente, smartphones têm áreas metálicas ou pretas nas extremidades superior e inferior para ocultar componentes internos. Por fim, também há rumores sobre leitura de íris, force touch, assistente de IA com botão dedicado e uma funcionalidade similar ao Continuum da Microsoft, que transforma o celular em um PC ao ligá-lo a periféricos como teclado e mouse.

Cupons de desconto TecMundo: