O Galaxy Note Edge foi praticamente a introdução da tela curva nos aparelhos da Samsung. Com um lado curvado, o aparelho precedeu a chegada do Galaxy S6 edge, que oferecia as duas laterais com curvatura. Agora, com a chegada do Galaxy Note 7, a Sammy está diminuindo a espessura das bordas e aumentando o espaço das dobras de tela, o que pode significa uma coisa: o próximo Galaxy S8 não vai ser produzido com painel reto, mas apenas com tela curva.

Para notar isso, basta observar que a Samsung vem aumentando a presença e o uso das curvaturas em gadgets faz alguns anos — no mínimo, há dois. Contudo, tudo precisa ser baseado em vendas e na maneira que o consumidor reage ao produto. O S6 edge fez barulho, ganhou ótimos reviews e muitos elogios sobre a aparência — e as vendas foram satisfatórias, retirando a Sammy do espaço perigoso que se encontrava na época do S4 e S5.

A Sammy pode estar dando adeus aos painéis retos

Neste ano, a companhia lançou o Galaxy S7 edge. As vendas iniciais foram recheadas de problemas, principalmente por causa de problemas que a Samsung teve nas linhas de produção. Agora, já no terceiro trimestre do ano, a Sammy conseguiu voltar aos trilhos e também já confirmou que pretende focar mais ainda nas tecnologias de telas curvas.

E qual é o significa disso? A médio e longo prazo, talvez, o fim dos painéis retos em celulares. "A Samsung considera tornar a tela edge uma identidade da linha Galaxy S, isso se conseguirmos entregar aos consumidores uma experiência de uso diferenciada por meio de softwares e funções amigáveis", comentou Koh Dong-jin, líder de negócios na Sammy, em entrevista.

Por outro lado, apesar do foco ser na linha Galaxy S, o Galaxy Note 7, revelado semana passada, talvez seja o aparelho "mais curvo" da Samsung. A espessura da moldura de metal é bem pequena, e a tela praticamente "encontra" o material da traseira do aparelho. Se a Sammy vai eliminar mesmo as telas retas, as vendas do Note 7 também podem ser parte das resposta.

Aumentando as curvas

O que dizem os analistas

Um analista de mercado disse o seguinte sobre a possibilidade: "A Samsung provavelmente não vai abandar as telas retas da linha Galaxy S logo agora, mas se a resposta do mercado for positiva com o Note 7, certamente será uma 'sugestão' para a Sammy focar apenas em modelos Edge", comentou ao KoreaHerald.

Você acha que as telas retas vão ser abandonadas pela Samsung? Deixe a sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: