Ao que tudo indica, parece que a Samsung deixou de lado a tecnologia Quick Charge 3.0, opção de carregamento rápido da Qualcomm, no Galaxy S7 e no Galaxy S7 Edge. A informação foi confirmada em uma mensagem divulgada no site oficial da fabricante de processadores. 

“Para garantir que você está investindo menos tempo [deixando o seu celular] na tomada e mais tempo aproveitando a experiência mobile, o Samsung Galaxy S7 virá com a Qualcomm Quick Charge 2.0: ela carrega seu dispositivo até 75% mais rápido que o processo convencional”, diz a mensagem. 

Até o momento, não se sabe os motivos que levaram a Samsung a deixar de lado a tecnologia Quick Charge 3.0. Uma das possibilidades é o fato de que a empresa optou por diminuir a diferença entre o Exynos 8890 e o Snapdragon 820 (opções de processadores para a nova linha de aparelhos da companhia) e unificar a experiência de ambos os usuários. 

Vale mencionar, o Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge foram os primeiros aparelhos da sul-coreana a chegar às lojas com a tecnologia Exynos equivalente à Quick Charge. 

O Galaxy S7 e o Galaxy S7 Edge foram anunciados oficialmente durante o Mobile World Congress 2016, e estarão disponíveis nas lojas a partir de 11 de março.  Há relatos de que, no Brasil, esses aparelhos vão custar R$ 3.999,90 e R$ 4.299,90, respectivamente, como é possível conferir aqui.

A ausência da tecnologia Quick Charge 3.0 é algo que pode ser sentido pelos usuários do Galaxy S7? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: