A Samsung já jogou a toalha e decretou o fim do Galaxy Note 7, mas um mistério ainda paira no ar: afinal, por qual motivo o phablet da sul-coreana explode do nada? De acordo com uma reportagem publicada ontem (11) no The New York Times, nem mesmo a própria companhia conseguiu descobrir ainda qual é a causa da combustão instantânea. O veículo diz que engenheiros tentaram reproduzir os incêndios em laboratório, mas sem sucesso.

Vale lembrar que, a princípio, a Samsung culpou as baterias do dispositivo e ordenou um recall para efetuar os consertos necessários. Além disso, a fabricante asiática começou a distribuir um segundo lote do Note 7, com o problema já teoricamente consertado. Porém, não demorou muito para que essa segunda geração também sofresse explosões inexplicáveis, forçando a marca a tomar atitudes drásticas.

Importante ressaltar que, de acordo com a própria companhia, quem adquiriu um Note 7 deve parar de usar o gadget imediatamente e visitar a loja onde o produto foi adquirido, pedindo o reembolso do valor pago ou a troca por outro modelo da linha Galaxy.

Cupons de desconto TecMundo: