Esta não é a primeira vez que você vê uma notícia sobre os Galaxy Note 7 explodindo e, infelizmente, talvez não seja a última.

Na China, um homem de 25 anos comprou uma unidade do aparelho da Samsung e teve problemas menos de 24 horas depois da aquisição.

Isso poderia nem ser notícia, mas o fato é que o consumidor afirma ter comprado o aparelho de um "lote seguro" — e não seria o primeiro problema com esses modelos.

Isso acontece porque a aquisição aconteceu pelo site de vendas online JD.com (com base na China) e os aparelhos já teriam passado por recall por parte da fabricante.

Além da explosão do aparelho, houve danos ao computador Macbook do jovem e também pequnas lesões a dois de seus dedos. O chinês disse à Bloomberg que a Samsung enviou um representante para sua casa para fazer o recolhimento do aparelho, mas ele decidiu não entregar por imaginar que a fabricante não vá publicar os reais motivos do problema.

Além da explosão do smartphone, houve danos a um notebook e a dois dedos do dono do aparelho

Como já dissemos, o jovem comprou o aparelho nesta semana de um canal de distribuição oficial. Isso coloca em xeque a efetividade dos recalls realizados recentemente no mercado internacional. Será que realmente se tratava de um aparelho revisto pela empresa?

As respostas para isso vão nos trazer uma certeza, pois saberemos se a Samsung errou duas vezes (na fabricação e na revisão) ou se a culpa neste caso é da vendedora. Até que saibamos tudo isso, é bom ficar de olho, não é mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: