O pesadelo do Galaxy Note7 não parece ter acabado para a Samsung. A gigante coreana começou recentemente a substituir as unidades do aparelho que tinham alguma probabilidade de explodir por outros dispositivos “seguros”, mas parece que os problemas não acabaram. Usuários sul-coreanos que já receberam as novas unidades agora estão reclamando de superaquecimento e perda misteriosa de carga na bateria.

Segundo o canal de TV sul-coreano YTN, alguns Note7 chegam ao absurdo de perder carga mesmo enquanto estão conectados à tomada com seus carregadores originais. O problema do superaquecimento ainda preocupa essas pessoas, já que pode ser um sinal de que mesmo a versão revisada ainda tenha potencial para explodir.

Alguns Note7 chegam a perder carga mesmo enquanto estão conectados à tomada com seus carregadores originais

Além do canal de TV, o periódico norte-americano The Wall Street Journal comentou sobre a situação e explicou que a Samsung substituiu boa parte das unidades vendidas na Coreia do Sul antes do recall. Estima-se que pelo menos 400 mil Notes7 tenham sido vendidos antes disso por lá. Nos EUA, cerca de 500 mil unidades teriam sido trocadas no recall. Tudo isso também está colaborando para o atraso no lançamento do modelo em outras partes do globo.

Por enquanto, a Samsung ainda não confirmou ou fez um pronunciamento oficial sobre os novos problemas, mas um porta-voz da marca chegou a dar algumas explicações. Para ele, esses casos “não têm nada a ver com baterias” e são “incidentes isolados”.

Cupons de desconto TecMundo: