(Fonte da imagem: Reprodução/Slash Gear)

Os futuros órfãos do Google Reader terão uma possível alternativa ao agregador de leitura. Quem toma a iniciativa de lançar uma opção à altura é a Digg. Em pesquisas conduzidas recentemente, o site norte-americano constatou como as pessoas preferem usufruir desse tipo de serviço e, de acordo com a filtragem, planeja algo que atenda às necessidades dos leitores.

A pesquisa fez um raio X do perfil dos usuários perguntando quais serviços e plataformas eles mais utilizam e surpreendentemente detectou que 40% deles pagariam por um substituto do Google Reader. Por incrível que pareça, o compartilhamento com redes sociais não representa tanta importância para muitos dos internautas.

(Fonte da imagem: Reprodução/Cyberjornalismo)

O Digg anunciou que seu leitor de RSS incluirá “serviços de compartilhamento ininterruptos”, a exemplo do Twitter, Tumblr, Pinterest, Google+ e, é claro, Facebook. O site norte-americano afirmou que a funcionalidade não será tão robusta no começo, mas que a ideia é solidificá-la com o tempo, visto que “a integração social é um elemento importante da experiência Digg”, segundo o site.

Outra característica será o suporte a serviços do tipo “read-it-later” (“ler mais tarde”, em tradução livre), como o Instapaper, o Readability e o Pocket, um dos mais consagrados.

Ainda não se sabe se o serviço será pago ou gratuito no lançamento. Considerando o balanço da pesquisa, é possível que exista uma versão paga e uma gratuita, talvez com menos recursos.

Uma versão beta do leitor de RSS do Digg está prevista para junho. Resta torcer para que seja um substituto à altura do Google Reader.

Cupons de desconto TecMundo: