Quando se fala em robôs, muitas vezes vem à cabeça a imagem de uma criatura humanoide totalmente feita de metal que tem dificuldades de locomoção. Embora essa ideia faça sentido e seja corroborada por modelos recentes, as coisas podem mudar em um futuro não muito distante.

Pesquisadores da Universidade de Harvard e cientistas da UC San Diego estão trabalhando em robôs com corpos moles que serão capazes de adentrar em lugares perigosos sem sofrer danos por quedas. Um dos protótipos apresentados parece uma espécie de molusco capaz de dar pequenos saltos em qualquer direção.

O dispositivo foi feito com a ajuda de uma impressora 3D e uma resina especial. O corpo é mais suave na parte exterior e vai ficando cada mais duro no centro, proporcionando uma base estável para colocar os componentes eletrônicos e baterias.

Durante os testes no laboratório, o robozinho foi capaz de enfrentar mais de 100 saltos e 35 quedas a uma distância aproximada de 1,37 metros. Para saltar, o aparelho utiliza um pequeno compressor que mistura um pouco de butano com oxigênio, causando uma combustão que proporciona todo o impulso necessário.

Cupons de desconto TecMundo: