Asimo tirando as dúvidas da galera (Fonte da imagem: Reprodução/Associated Press)

Você se lembra do Asimo, um robô desenvolvido pela Honda e que já foi notícia em vários artigos aqui no Tecmundo?

Pois saiba que o invento da companhia japonesa já chegou à adolescência e, após passar por uma grande atualização em 2011, foi colocado em operação nos últimos dias, inclusive ganhando o seu primeiro “emprego”.

O trabalho conquistado pelo robô seria o de guia no National Museum of Emerging Science and Innovation, mais conhecido como Miraikan. Entretanto, infelizmente nem tudo saiu como o planejado pelos pesquisadores.

Um robôzinho confuso

Algumas situações básicas acabaram confundindo o humanoide. Quando as pessoas erguiam as suas câmeras para tirar fotos do guia, ele entendia que elas estavam erguendo as mãos para fazer perguntas, por exemplo. Dessa forma, a cada nova câmera ou smartphone postada em sua direção, o robô vinha respondendo com um “quem quer fazer uma pergunta ao Asimo?”. Além disso, o seu funcionamento geral também não agradou a muita gente.

"Quem quer fazer uma pergunta ao Asimo?" (Fonte da imagem: Reprodução/Associated Press)

Isso porque apesar de ele estar configurado para conseguir responder a cerca de 100 questionamentos diferentes sobre o museu, ele não conta com um reconhecimento de voz. Dessa forma, caso você quisesse saber algo, precisaria acessar um painel touchscreen e visualizar as perguntas escritas.

Satoshi Shigemi, um dos responsáveis pelo projeto Asimo, cita que muita coisa ainda precisa ser feita. Ele diz, por exemplo, que a ideia é que o robô consiga reconhecer quem está falando com ele – e que assim, ele também possa responder aos respectivos questionamentos.

“Atualmente ele consegue reconhecer uma criança acenando para ele, mas ele não é capaz de entender o significado do gesto”, disse Shigemi à Associated Press. Isso mostra que a inteligência artificial desenvolvida para o Asimo ainda precisa de muito aprimoramento.

Cupons de desconto TecMundo: