O governo chinês acaba de determinar o completo banimento do anonimato em serviços na internet. Em nota oficial no site China Communication Network, a Cyberspace Administration of China afirmou que a medida visa minimizar o que foi chamado de “caos de nomes de usuários” gerado pela utilização de nomes de celebridades e líderes mundiais.

Embora a restrição já tenha sido advogada pelo governo há um bom tempo, a maioria das companhias ainda resistia em adotar a restrição. De acordo com a nova regulamentação, embora os usuários ainda possam escolher um nome de usuário e uma foto, será necessário manter um registro dos nomes verdadeiros, a fim de evitar equívocos. Embora nenhum serviço específico tenha sido mencionado, as novas políticas devem ter um impacto grande no aplicativo de mensagens WeChat e em serviços similares.

Além do novo decreto, as companhias na China também lidam com várias outras restrições impostas pelo governo. Entretanto, o panorama atual sugere a adoção de um nível de controle sem precedentes no país, impedindo uma das formas de utilização mais usuais em serviços sociais online. Não obstante, a imposição das novas regras foi deixada a cargo das próprias companhias, de forma que ainda é difícil prever os desdobramentos da medida.

Cupons de desconto TecMundo: