Quando Anna Clara Lagares Mansur, de nove anos, começou a malhar há quatro meses, ela não imaginava que iria causar alvoroço na internet. Por ser muito jovem, a menina e seus pais foram criticados depois que a história bombou na última segunda-feira (2). Nesse dia, seu perfil no Instagram pulou de 988 seguidores para quase 22 mil, mas a rede social de fotos bloqueou sua conta.

Segundo sua mãe, Mileny Mansur, Anna começou a fazer atividades físicas muito cedo. Aos dois anos de idade, ela já praticava balé e natação. O pai da menina, Wesley Mansur, é personal trainer há 13 anos, e a rotina de exercícios dele e da esposa sempre foi acompanhada por Anna Clara. Os pais encaram como uma evolução natural seu começo na malhação.

“No início, achei que não fosse durar mais do que duas ou três vezes. Mas ela acabou gostando e continuou”, explica Mileny em entrevista ao G1. Além disso, ela fala que a filha sempre teve acompanhamento do pai e pratica uma série planejada para sua idade e porte físico. “Ela não faz isso pelo corpo, ela nem tem noção disso, ela só quer ter uma vida saudável”, continua.

O universo fitness feminino nas redes sociais é dominado por mulheres de corpo escultural que chamam a atenção com suas curvas. Mileny, entretanto, não acredita que a filha possa estar sendo vista com um apelo erótico. “Nós estamos revoltados, porque o perfil dela não pode ser visto como objeto de pornografia infantil. Não podemos aceitar uma maldade dessas com uma criança”, explicou ao G1.

Autointitulada “blogueira fitness infantil”, Anna Clara não mantém um blog, preferindo o Twitter e o Instagram. Este último, entretanto, alega que a menina fere suas políticas de uso por possuir menos de 13 anos – a idade mínima para manter um perfil na rede. Por causa disso, a conta dela foi bloqueada.

Isso a fez criar e administrar o novo perfil da menina: @MusinhaFitness. Ela acredita que a rede social não terá motivos para bloqueá-la desta vez, já que é a própria mãe que irá manter a conta. “Treinamentos resistidos e funcionais são adequados para crianças e adolescentes e não atrapalham o crescimento”, disse o pediatra Getúlio Bernardo Morato Filho ao BuzzFeed Brasil. “O excesso de atividade física pode ser prejudicial, mas não parece ser o caso pelo relato dos pais”, continuou.

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: