Instagram revisa critérios de 'verificação' para incluir minorias

1 min de leitura
Imagem de: Instagram revisa critérios de 'verificação' para incluir minorias
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Ter milhares de seguidores no Instagram não te ajudará a garantir o selo de perfil “verificado” na rede social. A companhia pretende tornar o processo mais transparente e justo, diminuindo o peso da quantidade de seguidores durante a avaliação para levar o selo e relevância para novos públicos.

A novidade é parte da reformulação da rede social para minimizar a toxicidade na plataforma — o que inclui perfis que disseminam discursos de ódio e assédio. Desde junho, o Instagram se comprometeu a potencializar vozes de criadores, jornalistas, artistas e influenciadores negros, agora incluindo outras minorias como objetivo.

Para gerar maior igualdade dentro da plataforma, o Instagram criou uma equipe totalmente dedicada ao tópico. Esse grupo foi designado para “melhorar a compreensão e abordagem do preconceito em nosso desenvolvimento de produto e experiência dos usuários do Instagram”, segundo as palavras da publicação de Adam Mosseri, CEO do Instagram, nesta quarta-feira (09).

a  Pixabay 

Como medidas adicionais, estas voltadas para a comunidade, o Instagram retrabalhou suas políticas de uso da plataforma para combater ataques racistas ou conteúdo preconceituoso. As medidas aumentam o controle sobre publicações que reforçam estereótipos negativos como blackface e publicações antissemitas.

Junto a esse grupo, a rede social também promete se livrar de qualquer conta que estiver com claras ameaças de estupro ou assédio. Até o momento, o Instagram já se livrou de 23 grupos com constante participação em ataques na rede, metade deles gerenciados por supremacistas brancos.

Por fim, a avaliação para garantir o selo de perfil verificado será mais transparente e não só considerará uma grande quantidade de seguidores. “Uma conta precisa atender certos critérios antes de verificarmos, incluindo um certo grau de relevância”, comenta o CEO. 

“Nós medimos a relevância com a quantidade de artigos jornalísticos relacionados ao indivíduo que pede pela verificação. Estamos expandindo nossa lista de fontes de notícias para incluir mais negros, integrantes da comunidade LGBTQ+ e habitantes da América Latina.”, completou. Portanto, a maior variedade de veículos deve possibilitar que mais perfis alcancem o tão desejado selo, aumentando a diversidade de conteúdo impulsionado pelo Instagram.

Fontes

Instagram revisa critérios de 'verificação' para incluir minorias