Facebook ganha divisão para lojas similar ao Instagram

1 min de leitura
Imagem de: Facebook ganha divisão para lojas similar ao Instagram
Imagem: Android Authority
Avatar do autor

Facebook anunciou uma nova divisão em sua rede social chamada Shop (Loja, em tradução livre). A novidade, que já está disponível nos Estados Unidos, funciona como uma espécie de vitrine para páginas de negócios, desde pequenas empresas até grandes companhias.

A nova seção para lojas é similar a um recurso lançado pela empresa recentemente no Instagram. A divisão é uma central que reúne páginas de marcas e comerciantes, permitindo que o usuário visualize produtos, entre em contato com a companhia e até adquira itens diretamente no aplicativo.

A nova divisão é uma espécie de vitrine para diferentes lojasA nova divisão é uma espécie de vitrine para diferentes lojasFonte:  Facebook 

A aba para negócios veio acompanhada de outras novidades para quem trabalha com vendas e utiliza a rede social. A empresa também anunciou que vai expandir globalmente o Facebook Shops, que permite criar lojas dentro da plataforma e traz conexão com Instagram, Messenger e, futuramente, WhatsApp.

Outra novidade anunciada pela empresa é o lançamento do Instagram Checkout em todos os Estados Unidos. A ferramenta permite que os comerciantes utilizem o sistema da própria rede social para concluir compras e receber pagamentos de clientes. Além disso, a função permite anunciar e vender itens durante transmissões ao vivo no app.

As ferramentas para lojas permitem conectar páginas de vendas com o MessengerAs ferramentas para lojas permitem conectar páginas de vendas com o MessengerFonte:  Facebook 

O Facebook ainda promete que não vai cobrar tarifas de transação em seu meio de pagamento até o final do ano. Apesar da expansão, tanto as ferramentas de criação do Facebook Shops quanto o Instagram Checkout só poderão ser utilizados por empresas elegíveis e aprovadas pela rede social.

Mesmo com as limitações, a tendência é que as novidades voltadas para o comércio sejam expandidas rapidamente pelo Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg vê grande potencial de lucro no e-commerce e, com estimativas apontando que 85% das pessoas estão comprando online durante a pandemia, agora é a melhor hora para investir no setor.

Fontes

Facebook ganha divisão para lojas similar ao Instagram