Facebook lança o app Forecast para pesquisas de opinião

1 min de leitura
Imagem de: Facebook lança o app Forecast para pesquisas de opinião
Imagem: https://www.youtube.com/watch?v=uiVUqcYpsLc
Avatar do autor

Nesta terça-feira (23), o Facebook está lançando o aplicativo Forecast, para iOS, que vai funcionar como uma plataforma para gerar previsões baseadas em perguntas e respostas fundamentadas em opiniões dos usuários, sobre determinados assuntos de interesse geral.

O app vinha sendo testado internamente, com a participação de alguns funcionários, e é esse conteúdo gerado previamente que servirá como base para os novos usuários. Agora, o app está sendo disponibilizado nos EUA e no Canadá, mas, por enquanto, somente usuários convidados poderão criar questionamentos e emitir opiniões, já que a plataforma ainda está em fase de testes. Os demais usuários poderão visualizar os questionamentos e comentários, assim como compartilhá-los em outras plataformas.

Veja o vídeo de lançamento do Forecast (em inglês):

Covid-19 é o foco inicial

Nessa fase inicial, o Facebook convidará membros das comunidades de saúde, pesquisa e acadêmicas para fazer previsões sobre a pandemia de covid-19 e como ela vai impactar a sociedade.

É importante ressaltar que o app tem como objetivo criar suposições sobre um determinado questionamento lançado na plataforma, sem a preocupação de considerar respostas baseadas em dados científicos. Por isso o app se chama “Forecast”, que significa previsão em português.

Forecast x Fake News

O Facebook não divulgou o real propósito do Forecast, mas é inevitável não relacionar previsões sobre assuntos sérios (como a covid-19) com as chamadas fake news, ainda mais em uma época em que a disseminação de informações falsas e teorias da conspiração se tornaram motivo de inquérito policial no Brasil.

Embora as previsões do Forecast funcionem como um termômetro interessante, que possam determinar o que as pessoas acham, ou esperam, a respeito de um fato ou acontecimento, teme-se que o amplo compartilhamento desse conteúdo faça com que as informações sejam assimiladas como verídicas por usuários desatentos de redes sociais.

A companhia informou que a plataforma terá suas próprias diretrizes de moderação, enquanto também deverá obedecer aos padrões da comunidade do Facebook. Sendo assim, não será permitido discurso de ódio ou questionamentos envolvendo conteúdo considerado ilegal pela plataforma.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook lança o app Forecast para pesquisas de opinião