Facebook suspende centenas de contas de ativistas antirracismo

1 min de leitura
Imagem de: Facebook suspende centenas de contas de ativistas antirracismo
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Facebook suspendeu temporariamente centenas de contas de ativistas antirracismo internacionais. A informação foi revelada em um artigo do OneZero, perfil do Medium especializado em tecnologia, que recebeu relatos sobre o assunto de integrantes do grupo S.H.A.R.P. (Skinheads Against Racial Prejudice), além de comunidades de ska e reggae.

A remoção seria parte da ampliação de medidas de combate ao discurso de ódio na plataforma, as quais culminaram na remoção de mais de 200 perfis. Assim especula-se que a constante menção a determinadas palavras, como “skinhead”, na sigla e discussões dessas associações, teria motivado as mudanças.

Facebook elimina perfis por engano por conterem palavras ligadas a grupos extremistasFacebook elimina perfis por engano por conterem palavras ligadas a grupos extremistasFonte:  Pixabay 

Outros membros contaram ao OneZero que o Facebook solicitou o envio de fotos oficiais para verificação de identidade para reestabelecer o acesso. A companhia anunciou, em maio, que adotaria essa prática quando houvesse suspeita de “comportamento não autêntico”, como contas falsas e conteúdo inadequado a menores.

Ação contraditória

Um porta-voz da empresa de Zuckerberg disse ao site Engadget que os bloqueios ocorreram “por engano” e haviam sido corrigidos, embora uma justificativa clara não tenha sido apresentada. “Estamos analisando o que aconteceu neste caso e tomando medidas para garantir que isso não aconteça novamente”. “Pedimos desculpas às pessoas”, completou o representante.

O ato chamou a atenção dos prejudicados e outros ativistas, sobretudo ao notarem certa falta de atitude do Facebook em denúncias de perfis e interações neonazistas. Exemplo disso é que ainda seria possível encontrar páginas ativas de bandas musicais com essa ideologia na rede social.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook suspende centenas de contas de ativistas antirracismo