Instagram pede banimento de app que viola privacidade dos perfis

1 min de leitura
Imagem de: Instagram pede banimento de app que viola privacidade dos perfis
Avatar do autor

O Instagram pediu, a Google atendeu: o app Ghosty para Android, lançado por um desenvolvedor turco em abril, foi banido da Play Store por permitir não apenas a visualização de perfis privados (incluindo fotos, seguidores, quem o perfil segue) como salvar todas essas informações. Para conseguir acesso, o usuário baixa o aplicativo e, ao fazer isso, automaticamente dá a ele acesso a todas as contas das quais é seguidor.

Ao acessar os perfis fechados via usuários que podem vê-los, o aplicativo abre uma porta para que outros façam o mesmo, aumentando seu banco de perfis privados a cada novo download. Isso quer dizer que o aplicativo não dá aos usuários acesso a todas as contas privadas – apenas àquelas que são seguidas por outros usuários do Ghosty.

O app ainda oferece uma degustação: o usuário tem acesso a um único perfil privado, sem precisar se conectar ao aplicativo. Além disso, quem usa o app pode ainda aumentar o limite de perfis a que tem direito de ver assistindo a vídeos de propaganda ou tornando-se usuário Premium através de uma assinatura.

O aplicativo, já banido da Play Store, prometia burlar a privacidade das contas do Instagram. (Fonte: Play Store/Reprodução)

Violação de termos de uso

O aplicativo, antes de ser excluído da Play Store, já havia sido baixado mais de meio milhão de vezes. Em um comunicado, o Instagram disse ao site Gizmodo que “este aplicativo viola nossos termos, que dizem claramente que não se pode tentar comprar, vender ou transferir qualquer aspecto da sua conta (incluindo seu nome de usuário) ou solicitar, coletar ou usar credenciais de login ou crachás de outros usuários.”

“Essa funcionalidade nunca esteve disponível por meio de nossa API. Enviaremos uma comunicação ao Ghosty, ordenando a eles que cessem imediatamente suas atividades no Instagram, entre outras solicitações."

O desenvolvedor do Ghosty, Gurkan Kesgin, ainda não se manifestou sobre o banimento da Play Store.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Instagram pede banimento de app que viola privacidade dos perfis