Facebook remove diversos perfis falsos com origem no Irã

1 min de leitura
Imagem de: Facebook remove diversos perfis falsos com origem no Irã
Avatar do autor

Na última terça-feira, o Facebook revelou que removeu uma série de perfis, páginas e grupos falsos que tentavam se passar por outras pessoas ou por empresas de mídia. O elemento em comum entre os 51 perfis, as 36 páginas e os sete grupos é que todos foram originados no Irã. A empresa disse que também baniu três contas do Instagram devido aos mesmos problemas.

Os perfis alegavam estar nos Estados Unidos e na Europa e usavam contas falsas para gerenciar páginas e grupos. Eles também tentavam imitar páginas de empresas de mídia do Oriente Médio. A companhia rastreou os perfis por ter detectado um comportamento coordenado não-autêntico. Isso significa que as pessoas por trás das contas estavam enganando outros usuários sobre sua identidade e sobre o que estavam fazendo.

(Reprodução/Facebook)

Falsos e diversos

Havia perfis falsos de figuras públicas da política americana entre as contas banidas, como de candidatos republicanos ao Congresso dos EUA. Além disso, há registros de usuários do Facebook que foram contatados pelas contas – e eles incluem jornalistas, formuladores de políticas públicas, acadêmicos e dissidentes iranianos.

De acordo com o chefe de ciber segurança da rede social, Nathaniel Gleicher, as pessoas que tiveram contato com os perfis falsos serão notificadas, mas ele não disse quantos usuários foram afetados.

As postagens dos perfis e páginas removidos faziam postagens sobre temas diversos, como figuras públicas e da política dos Estados Unidos e do Reino Unido, movimentos separatistas americanos, islamismo, minorias árabes no Irã e influência da Arábia Saudita no Oriente Médio. De acordo com as informações do Facebook, aproximadamente 21 mil contas seguiam uma ou mais das páginas, enquanto 1900 usuários estavam em um ou mais grupos gerenciados pelos perfis falsos. 

(Reprodução/Facebook)

A investigação interna foi feita depois que a empresa de ciber segurança FireEye lançou um relatório mostrando como algumas contas no Twitter foram usadas para fingir que pertenciam a candidatos americanos e para disseminar mensagens pró-Irã.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook remove diversos perfis falsos com origem no Irã