2018 está sendo realmente o ano em que a privacidade digital voltou a ser discutida abertamente em todo mundo. Um dos protagonistas, é claro, tem sido o Facebook. A rede social tornou-se o centro das atenções nessa discussão após a informação de que mais de 80 milhões de usuários teriam tido dados vazados a partir de apps ligados à rede social. Outro combustível para o escândalo: o Facebook continuava rastreando os usuários mesmo fora do Facebook.

Agora, Mark Zuckerberg garantiu que isso vai mudar. O fundador do Facebook garantiu nesta terça-feira que veremos uma novidade bem legal em breve. Trata-se de uma opção para que qualquer pessoa com uma conta na rede social possa desativar esse rastreamento. Ou seja: um recurso que faz com que somente a navegação dentro das páginas do Facebook seja rastreada.

Facebook

Ainda não está claro quando a ferramenta vai começar a ser disponibilizada, mas espera-se que isso aconteça já nos próximos meses. Também será possível pedir para que o Facebook apague todos os dados de navegação que possui sobre cada pessoa (e que são usados para direcionar anúncios). Vale dizer que, a partir disso, os dados continuam sendo armazenados, mas agora de maneira anônima.

Também é importante deixar claro que isso não terá efeito imediato. Após fazer a opção, é possível que os dados ainda fiquem disponíveis por até 90 dias para os servidores da rede social. Você vai usar a nova ferramenta?

Cupons de desconto TecMundo: