De acordo com informações do Polygon publicadas hoje (23), canais do YouTube estão sendo removidos à força de suas redes por conta de uma nova regra da plataforma de vídeos conhecida como “Know Your Customer”. Com isso, o YouTube passou a depositar nos administradores de redes a responsabilidade de verificar se os vídeos dos youtubers afiliados estão dentro das regras da comunidade.

Assim, as redes começaram a remover canais que eram considerados “perigosos”, que ainda não publicam conteúdo que possa infringir as regras do YouTube, mas já praticam coisas como thumbs e títulos enganosos e conteúdo polêmico. Para não terem que assistir a todos os vídeos desses canais perigosos, as redes preferiram terminar a parceria com eles.

Só na rede conhecida como Fullscreen, cerca de 160 canais foram removidos por conta das novas regras

Só na rede conhecida como Fullscreen, cerca de 160 canais foram removidos por conta das novas regras, e as justificativas foram pouco esclarecedoras, o que tem gerado certa polêmica entre os criadores da plataforma.

“Essa decisão não vem das redes, mas diretamente do YouTube. Eles realmente estão começando a fazer uma limpeza na plataforma. A Fullscreen e outras não têm nenhuma possibilidade de palpitar. Pelo que nos explicaram, muitos canais que representavam qualquer risco de violar regras do YouTube, mesmo que nunca tenham levado strike, foram removidos”, teria dito Howard Pinsky, um dos diretores da Fullscreen sobre o caso.

Sem esclarecimentos

O YouTube ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso, mas parece que a plataforma não informou seus criadores diretamente sobre as novas regras, tendo feito pressão apenas nas redes.

Uma rede no YouTube nada mais é do que um coletivo de canais que trabalha em conjunto para obter melhores verbas de publicidade no YouTube. Assim, todos os criadores trabalham sob um mesmo contrato de publicidade na plataforma de vídeos, não tendo eles que fazerem o procedimento sozinhos.

Cupons de desconto TecMundo: