Com o desemprego em alta, muita gente tem recorrido ao LinkedIn para buscar oportunidades de trabalho. O site tem mais de 29 milhões de pessoas cadastradas só no Brasil (no mundo, esse número passa de 500 milhões). É importante ter um perfil no LinkedIn para ser visto e se conectar com profissionais diversos. Mas só ter um currículo na plataforma não é suficiente. 

Quem não está em procura de emprego também deve utilizar a rede para se manter atualizado. Conheça os 10 melhores recursos do LinkedIn e se prepare para turbinar sua carreira!

1. Siga os influenciadores

Você já deve seguir algum influenciador, mas, se não o faz, deve começar. O próprio LinkedIn faz sugestões de pessoas influentes para você acompanhar, mas você pode procurar pessoas que te inspirem ou interessem.

Para ver as sugestões, clique em “Início” e depois em “Visualizar todas as recomendações”. Além das indicações de grandes influenciadores, você recebe dicas de tópicos que podem ser interessantes para você.

Não é à toa que esses profissionais são considerados influenciadores. O LinkedIn estimula que eles publiquem conteúdo exclusivo e de qualidade. Você recebe esse conteúdo no seu feed e ainda pode interagir, deixando seus comentários e contribuindo para os debates.

2. Escreva seus próprios artigos

Mesmo não sendo um influenciador, você pode criar conteúdo no LinkedIn. É um recurso muito produtivo que pode te ajudar a conquistar visibilidade, seguidores e construir um perfil ainda mais completo e interessante. 

A dica para usar da melhor forma esse recurso é pesquisar sobre o assunto que deseja escrever. Se você já tiver na cabeça tudo o que pretende dividir no artigo, tudo bem, mas organize os pensamentos e estruture o texto. Atente-se à gramática e procure redigir de forma concisa, clara e coesa.

Está sem ideias? Leia bastante: notícias, artigos, discussões e as informações sobre suas áreas de interesse, além de atualidades.

3. Compartilhe seu conhecimento

Ainda não está preparado para desenvolver um artigo mais longo? Comece dividindo suas ideias sobre as novidades do seu setor, notícias, eventos, entre outros. Dos pequenos debates podem surgir ideias de pauta para que você consiga desenvolver em um texto mais elaborado. 

4. Crie alertas de pesquisa

Quando você pesquisa uma vaga, existe a opção de salvar essa busca clicando em “Criar alerta de pesquisa”. Assim, quando surgir uma nova oportunidade de acordo com os filtros que você escolheu, uma notificação é enviada. 

Outra vantagem desse recurso é que, quando você for pesquisar de novo, não é preciso preencher tudo mais uma vez, pois já fica tudo salvo.

5. Participe dos grupos 

Um recurso muito legal do LinkedIn são os grupos de discussão. Procure participar dos grupos de seu interesse e colabore ativamente. Além da possibilidade de conhecer muitos profissionais, você conquista credibilidade e se conecta de verdade.

Também é uma excelente oportunidade para se atualizar na sua área de atuação ou interesse, porque muitos eventos, como palestras, webinars e cursos, são discutidos e divulgados em grupos.

6. Controle as publicações na sua timeline

Você já reparou que, às vezes, sua linha do tempo parece estar repetitiva? Isso acontece porque a timeline está configurada para mostrar as publicações mais populares. No entanto, você pode mudar isso.

Abaixo do botão "Post", na página inicial, existe a opção "Classificar por". Clicando ali você pode mudar a classificação de "Populares" para "Recentes" e receber as atualizações em tempo real. 

7. Utilize o recurso LinkedIn Learning

Para quem domina o inglês, o LinkedIn tem um dos seus recursos mais interessantes dos últimos tempos: a plataforma educacional Learning. São diversos cursos que conferem certificados gratuitamente, das mais diversas áreas. Especialistas das áreas de tecnologia, negócios, marketing e muitos mais ministram as aulas em vídeos. 

3

O detalhe é que o Learning só está disponível na modalidade premium do site. Se você ainda não pode pagar pela assinatura mensal do LinkedIn, nossa dica é experimentar os 30 dias grátis. Vale a pena explorar os recursos pagos, ainda que na degustação gratuita, e já explicamos o porquê.

8. Experimente o período de teste gratuito

Já mencionamos a plataforma Linkedin Learning, mas você tem outras vantagens ao testar a modalidade premium. Entre elas, se destacar ao entrar em contato com recrutadores e mandar mensagens diretas aos anunciantes de vagas. Você também pode se comparar a outros candidatos quando visualizar uma vaga e receber estatísticas sobre ela. 

9. Acompanhe o desempenho das suas postagens

Depois de seguir nossa recomendação de escrever artigos, veja a análise do desempenho deles. O analytics dos seus artigos mostra quem visualizou o texto, os cargos, a localização, entre outras informações. Dessa forma, você fica sabendo mais sobre o público que se interessa pelas suas ideias e ganha mais inspiração para seguir contribuindo com seus pontos de vista.

10. Conecte-se e converse com mais pessoas

O LinkedIn não recomenda que você adicione pessoas aleatoriamente se você não as conhece. No entanto, não existe regra que o impeça de começar uma boa conversa. Procure pessoas que dividem os mesmos interesses, pesquise projetos, se envolva. De uma simples conexão podem nascer ideias criativas e parcerias duradouras.

Pronto para usar os recursos do LinkedIn como um verdadeiro profissional?

Viu como o LinkedIn pode ir muito além de ser apenas um banco de vagas? O profissional que souber explorar o maior número possível de recursos da rede só pode se dar muito bem. Coloque essas ideias em prática e divida com a gente suas experiências!

Cupons de desconto TecMundo: