O Twitter se manifestou publicamente nesta semana sobre um caso controverso após muitas pessoas se darem conta de que expressões como “bissexual” e “bissexualidade” não retornavam nenhum resultado nas buscas por fotos e vídeos da plataforma. Alegando uma “falha técnico”, a companhia explicou o caso e se desculpou.

De acordo com uma série de tweets postados nos últimos dias, uma série de termos relacionados à pornografia não retornam qualquer busca após uma pesquisa. E as duas expressões estão listadas como “palavras proibidas”. Após se dar conta disso, o Twitter prometeu revisar a situação e resolver o problema em breve.

“Na última semana, descobrimos uma falha técnica que afetou o resultados das buscas: pesquisas por certas palavras relacionadas à sexualidade não eram exibidas de maneira completa nos resultados”, escreveu o Twitter. “Nós pedimos desculpas para qualquer pessoa negativamente impactada por esse bug. Ele não está de acordo com os nossos valores como empresa.”

A companhia explica que utiliza os termos relacionados às postagens de imagens sensíveis para bloquear a sua exibição nas buscas. Como a empresa adota palavras relacionadas para evitar, por exemplo, a exibição de pornografia, “bissexual” e “bissexualidade” acabaram relacionadas a isso, o que gerou a tal “falha técnica” alegada pela plataforma.

“Nós auditamos a lista e removemos termos que não deveriam ter sido incluídos”, se posicionou a rede social, garantindo que corrigiria o problema dentro das próximas 24 horas — essa postagem foi feita no último dia 6, mas, até agora, nada mudou. “Adicionalmente, estamos realizando uma revisão técnica completa da busca para evitar que isso aconteça novamente”, completou a plataforma em outra postagem.

TwitterApesar da promessa, nada mudou até agora.

Cupons de desconto TecMundo: