Talvez você nunca tenha visto o rosto dele, mas o nome Orkut Büyükkökten é bastante conhecido por aqui. Isso porque ele é o responsável pela criação do Orkut, a primeira rede social a se tornar bastante popular por aqui, sempre lembrada com carinho por todos os seus antigos usuários.

Lançada em 24 de janeiro de 2004, o Orkut não demorou a conquistar os brasileiros e cresceu tanto por aqui a ponto de, em seus últimos anos, ter todas as suas operações realizadas a partir da filial brasileira da Google. Mas e por que tamanho sucesso por aqui? O criador da primeira rede social a se tornar febre entre os brasileiros não hesita em apontar características tipicamente associadas à cultura do povo brasileiro como a grande razão para isso.

“Os brasileiros são muito acolhedores, amigáveis e receptivos. Eles têm uma grande qualidade que torna fácil a criação de novas conexões e amizades”, explica Orkut. “O Orkut.com criou um espaço para pessoas se conectarem entre si para compartilhar sentimentos e experiências online. As características, os propósitos e os valores do Orkut.com ressoaram com a cultura brasileira, criando experiências e vínculos únicos com os usuários.”

Orkut BüyükköktenOrkut Büyükkökten é o criador de uma das redes sociais mais queridas dos brasileiros.

Além disso, para Orkut, a tendência do brasileiro para compartilhar coisas também está na raiz do sucesso da rede por aqui. “Brasileiros também adoram se expressar e compartilhar as suas paixões. O Orkut facilitou isso por meio das comunidades”, sugere o engenheiro de software. “As comunidades ofereceram uma saída para construir identidade e interagir em torno de coisas pelas quais as pessoas são apaixonadas.”

Um marco da internet brasileira

Quem é usuário de internet há pelo menos 10 anos sem dúvida já gastou um bom tempo diante da tela do PC conectado ao Orkut. Os depoimentos, as comunidades, as fotos, o mural de recados, as porcentagens de sexy, legal e confiável e tantos outros detalhes fizeram dele um marco com influência não só no apelo das redes sociais por aqui, mas também da internet como um todo.

“Eu acredito que o Orkut.com teve um impacto incrível ao conectar os brasileiros. As pessoas marcaram encontros, encontraram novos empregos e até mesmo se casaram e tiveram filhos”, comenta Orkut Büyükkökten. “Acredito que ele teve um papel fundamental na popularização da internet [no Brasil].”

OrkutRede social foi desativada em 2014.

Depois de 10 anos de sucesso, o Orkut foi finalmente encerrado em 2014.

Passo adiante

Em 2016, Orkut Büyükkökten lançou a nova rede social Hello, que chegou também com a tentativa resgatar o espírito do Orkut. A ideia principal é que as comunidades do Hello, agora renomeadas para Personas, desempenhem papel parecido com o de suas semelhantes do Orkut na hora de agregar pessoas com interesses em comum.

“No Hello, nós levamos as comunidades um passo adiante ao introduzir espaços focados em paixões e criados pelo próprio sistema — as Personas”, comenta Büyükkökten. “Isso tudo torna natural, fácil e divertido se conectar a outras pessoas apaixonadas pelas mesmas coisas que você.”

HelloHello chegou em 2016 com a promessa de reviver os tempos áureos e os bons recursos do Orkut.

Segundo Orkut, a Hello foi construída com base em “feedbacks quantitativos e qualitativos dos usuários”, e a sua enorme base de fãs brasileiros também teve parte nisso. Além de o português brasileiro ter sido o primeiro idioma para o qual a rede foi traduzida, o seu criador conta que foram incluídas “personas que combinam com a cultura e com os interesses dos brasileiros.”

União, amor e amizade

Orkut acredita ainda que o apelo do Hello, em conectar pessoas em torno de gostos semelhantes, deve tornar a nova rede social um ambiente praticamente livre dos haters. Para ele, os “comportamentos e interações desagradáveis do mundo offline também acontecem nas mídias sociais”, assim, “precisamos de um lugar mais amigável e cheio de esperança.”

“Estamos tornando esse sonho realidade com o Hello”, comemora o engenheiro. Na sua avaliação, seu novo projeto “é uma rede mais amigável construída em torno da união, da amizade e do amor”. Contudo, apesar de afirmar que ódio e abuso não tem sido um problema no Hello, ele garante que a plataforma terá as ferramentas necessárias para combater esse tipo de comportamento assim que ele se tornar um problema.

HelloFoco em unir pessoas em torno de gostos semelhantes é a arma do Hello contra os haters.

Novidades

E o Hello promete novidades. Menos de um ano e meio após o seu lançamento, a plataforma já ganhou suporte a temas coloridos, comunidades e um novo esquema de navegação, e mais novidades vêm por aí. “Nós estamos renovando o nosso visual e também adicionado mais maneiras de compartilhar e conectar”, antecipa Orkut.

Cupons de desconto TecMundo: