Se o Twitter te oferecesse a chance de ganhar mais destaque e fama na plataforma por US$ 99 (R$ 311) mensais, você aceitaria ou acharia que a empresa enlouqueceu e está tentando acabar com o próprio produto? Embora essa pareça uma dúvida hipotética, trata-se de um novo modelo de negócios sendo colocado em prática pela rede social.

Os rumores a respeito de um plano de assinaturas dentro do Twitter existem há anos, mas, até agora, eles não passavam disso: rumores. Com esse novo programa de parceria, a companhia traz as vantagens de exibição do Twitter Ads – que distribui mensagens patrocinadas à linha do tempo do público – para o usuário comum da rede.

Diferentemente da complexidade e do número de opções oferecidos pela categoria estritamente comercial do programa, o novo projeto da empresa trabalha de forma automatizada para maximizar o alcance e o desempenho das suas mensagens. De acordo com a página oficial do produto, o cliente não precisa se preocupar com nada, basta tuitar textos, imagens e vídeos normalmente para que o sistema de encarregue da promoção do conteúdo.

A proposta do Twitter é outra

Ainda que algumas pessoas possam imaginar que o Twitter está recorrendo a um serviço pago para encurtar o abismo existente entre membros veteranos e novatos da plataforma – algo bastante discutido e que anda dificultando o crescimento da base de usuários da rede social –, um porta-voz da casa revela que a proposta é outra. Aparentemente, a ideia é atender pequenas e médias empresas que provavelmente não conseguem arcar com os custos dos planos mais encorpados.

Não é difícil de imaginar, porém, que anônimos endinheirados ou influenciadores que fazem efetivamente dinheiro com sua presença na internet acabem adotando essa novidade para ganhar ou manter relevância no site. E aí, o que você acha da brincadeira?

Cupons de desconto TecMundo: