A internet no Brasil é um caos desregrado que conhecemos muito bem, mas não é bem assim na Alemanha. Lá, é considerado crime fazer postagens com conteúdo ilegal ou publicações de ódio contra outras pessoas. Pior ainda: a polícia vai atrás de você e o encontra em sua casa.

É isso que informa um press release publicado pelo departamento da polícia federal alemã, que ontem (20) cumpriu um mandato de busca em 36 residências de onde teriam partido postagens ou comentários considerados ameaça, coerção ou apologia ao ódio. Segundo a polícia, a maior parte do conteúdo enquadrado foi político, mas um deles tinha a ver com ofensas por motivo de orientação sexual da vítima.

Combate ao ódio

Tudo aconteceu em um dia que existe na Alemanha para a conscientização sobre postagens de ódio na internet. A campanha foi realizada no país inteiro e é uma reedição do que já rolou ano passado na mesma data.

A ação, considerada polêmica, vem acompanhada de discussões diversas sobre uma nova lei que tem como objetivo acabar com esse tipo de postagem na internet, especialmente em redes sociais.

A lei obrigaria as redes sociais a tirarem do ar conteúdos considerados ilegais em até 24 horas correndo o risco de serem multadas em 50 milhões de euros

Por um lado, especialistas em direito consideram que a medida pode ser inconstitucional por tirar a liberdade de expressão das pessoas, enquanto outros acham essencial uma lei que proteja as pessoas contra bullying e todo tipo de discurso de ódio.

A polêmica maior gira em torno do fato de que a lei obrigaria as redes sociais a tirarem do ar conteúdos considerados ilegais em até 24 horas correndo o risco de serem multadas em 50 milhões de euros, ou R$ 186 milhões. Em relação a isso, o Facebook declarou oficialmente que poderiam estar sendo obrigados a apagar publicações que não são exatamente ilegais, o que não estariam felizes em fazer.

Cupons de desconto TecMundo: