Já faz algum tempo que ouvimos discussões sobre realidade virtual e jogos. Como acontece com qualquer novidade, ela também divide opiniões, sendo que algumas são favoráveis e outras apresentam um tom um pouco menos eufórico. 

No primeiro caso, podemos mencionar Shuhei Yoshida, chefe da Sony Worldwide Studios, que mencionou que a realidade virtual não vai ser como os televisores 3D e vai acabar encontrando o seu espaço no mercado em algum momento. 

“Isso não é o próximo 3D, é totalmente diferente. A diferença é bem clara de se ver quando você testa o Morpheus e o compara com a experiência de jogar em uma TV 3D. A experiência de jogar em uma TV 3D é basicamente a mesma de uma TV 2D. Você apenas adiciona profundidade ao mundo, mas está vendo o mesmo jogo. Não é como se você pudesse ir atrás da televisão para ver uma cena diferente ou algo do gênero”, explicou Yoshida ao site Polygon. 

“[Com a realidade virtual] Você está totalmente dentro do game. Você está em um ambiente virtual. O nível e a qualidade da experiência vão convencer as pessoas. Você não pode obter essa experiência de outra forma, então há uma diferença clara”, concluiu o executivo da Sony.

Do outro lado 

Se Yoshida se mostra otimista com relação ao futuro da realidade virtual, Warren Spector, criador da série Deus Ex, não aparenta estar tão empolgado assim e permanece em dúvida no que diz respeito ao potencial de mercado da tecnologia. 

“Estou bem consciente em minha crença de que realidade virtual é só uma mania. Acho que vai gerar algum interesse nos jogadores hardcore. Vejo possibilidades fantásticas para ela nas mídias sociais, reuniões virtuais, treinamento e coisas loucas envolvendo fobias. Mas para entretenimento? Não consigo enxergar isso, e nem vamos falar sobre náusea”, comentou Spector ao site gameindustry. 

Outro que se junta ao criador de Deus Ex é Reggie Fils-Aime. O diretor da divisão norte-americana da Nintendo comentou recentemente que, no estágio atual, a realidade virtual “não é divertida, nem social. É apenas tecnologia”. 

De que lado você está nessa discussão? Acredita que a realidade virtual pode realmente trazer algo diferente e permanecer viva por um bom tempo no mundo dos games ou tudo não passa de demonstração de tecnologia? Deixe a sua opinião no espaço destinado aos comentários.

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: