É verdade que a Valve está interessada em conteúdo envolvendo realidade virtual. Recentemente, a companhia anunciou que está trabalhando em três games voltados para essa tecnologia, mas Gabe Newell, chefão da empresa conhecida por Half-Life, pelo Steam e outros grandes feitos, não se mostra muito confiante no futuro dessa opção.

“Somos otimistas e acreditamos que a realidade virtual pode ser algo grandioso. Porém, estamos realmente confortáveis com a ideia de que ela vai acabar se mostrando uma verdadeira falha”, comentou Newell em entrevista ao site Polygon.

O executivo da empresa que faz a alegria de diversos jogadores de PC também comentou que os dispositivos exigidos para curtir essa novidade não são tão baratos, além de entregarem uma experiência que é “pouco adequada”.

“[O HTC] Vive é um dos dispositivos mais caros do mercado, e quase não é capaz de entregar uma experiência de realidade virtual um pouco adequada [para o usuário]”, comentou o executivo. Curiosamente, o Vive foi construído graças a uma parceria entre a HTC e a Valve (aliás, a HTC está trabalhando em um novo dispositivo de realidade virtual com foco em mobilidade).

A Valve desenvolveu o HTC Vive em parceria com o HTC, mas pelo visto não está botando muita fé nele

Por fim, ele também comentou que, no momento, não consegue pensar em nenhum conteúdo que justifique a compra de um acessório do gênero por boa parte do público.

Cupons de desconto TecMundo: